Rafael Martins

Rafael Martins

Rafael Martins nasceu na Bahia, perto do mar, mas gosta mesmo de navegar por outras baías distantes. Conheceu a fotografia dentro de casa e foi respirando laboratório de revelação que se enfeitiçou pela alquimia fotográfica. Curioso com os equipamentos ao redor, criou seu olhar.
Seu trabalho autoral investiga a sedimentação do tempo na imagem. Pesquisando os longos tempos de exposição percebe as impermanências e as migrações de realidades. Memória; raízes; afeto, perdas e permanências são temas presentes em seus ensaios. Fotojornalista há 10 anos, já trabalhou nas redações de jornais de Salvador e Recife, além de colaborar para BBC Brasil e agência AFP.
Caixa Preta, foi sua primeira exposição individual no ano de 2011, seguida de Vagalumes em 2013 e 2014. Também participou da Bienal do recôncavo em 2012 e diversas outras coletivas. Rafael foi vencedor do concurso promovido pela ONU sobre as mudanças climáticas na América Latina em 2011. Em 2018 venceu o CNH de jornalismo e 2019 o prêmio New Holland de fotojornalismo.